Avisos

PRÊMIO AÇORIANOS 2016


 

Em 1º de novembro de 2016 estivemos no Teatro Renascença, em Porto Alegre, na solenidade de entrega do Prêmio Açorianos de Música/2016. Foi uma cerimônia simples e descontraída, mas bonita e impecavelmente organizada. O CD VARAIS DE ESPERANÇAS foi indicado como candidato a melhor álbum na categoria regional e me colocou também entre os três concorrentes a melhor compositor do gênero. Apesar de não ter sido eu o escolhido, fiquei contente com a indicação. Estar entre os três finalistas e ter um disco entre os cinco melhores da categoria, com um trabalho todo autoral, é ver que o reconhecimento é lento mas chega. Eu já havia sido indicado em 2009, com o CD O RASTRO E A POEIRA, ficando entre os cinco finalistas. Bom, desta vez cheguei mais perto. Congratulo-me com o amigo Marcelo Oliveira, meu parceiro de gravação e produção, meus amigos Jeferson Martins Cruz e Paulinho Campello que gravaram os contrabaixos, e os não menos amigos Carlinhos Weiss e Saul Alves, da Áudio Laser, que sempre fizeram a finalização dos meus discos. Mesmo nenhum deles estando lá, podem crer que foram lembrados. Um abraço a todos.



Miro Saldanha | Música Gaúcha com cara de Brasil